O que você precisa saber antes de prestar concurso para construção civil

O que você precisa saber antes de prestar concurso para construção civil 1
O que você precisa saber antes de prestar concurso para construção civil 2

A estabilidade financeira e o reconhecimento no trabalho são metas evidentes para a maioria dos profissionais e, para isso, muitos estão recorrendo ao concurso para construção civil.

Em termos de economia e geração de emprego, o Brasil não está em um bom cenário. Assim, há aqueles que preferem – e até tem a disponibilidade – de poder estudar para um concurso público, devendo aproveitar esta oportunidade.

No entanto, ainda existem muitas dúvidas sobre os concursos públicos no Brasil, e por isso fizemos este artigo para ajudar aqueles que pretendem concorrer no setor da construção civil.

O material a seguir traz informações sobre as exigências para os concursados e o funcionamento do concurso para construção civil, acompanhe.

Saiba o que é um concurso público

Muitas pessoas já ouviram falar do famoso concurso público, mas ainda não sabem qual é a sua real função ou como alcançar essa oportunidade.

Em termos muito simples, um concurso é um teste realizado por um conjunto de profissionais que pretendem entrar em uma determinada área em um órgão público.

Estas áreas vão desde a consultoria fiscal até o curso de brigada de incêndio. Com base na pontuação do teste, a pessoa com a posição mais alta será selecionada para a vaga.

Requisitos básicos para prestar um concurso público

Em todo concurso existem regras obrigatórias a serem seguidas para que os alunos não enfrentem obstáculos, hesitem ou percam a oportunidade de participar no concurso na rede pública.

Todos os requisitos aqui apresentados estão de acordo com a Lei nº 8.112/90, que estabelece seis regras para quem irá concorrer a concurso público. Saiba quais são elas agora.

  1. Nacionalidade brasileira

Primeiramente, o aluno deve ser brasileiro, ou seja, seu país de nascimento deve ser o Brasil.

Esta é uma das principais regras que se aplicam a qualquer cargo, desde o estágio em uma empresa de revestimento cimenticio 3D até à segurança da Câmara Municipal.

Em consequência, os estrangeiros não podem se inscrever em qualquer tipo de concurso público, exceto os portugueses que se encontram resguardados pelo Estatuto da Igualdade de Direitos entre Brasil e Portugal.

  1. Nível de escolaridade

Os concursos públicos sempre emitem um aviso prévio à prova, que nada mais é do que um documento que indica os requisitos que os alunos devem cumprir para se candidatarem à vaga de operador de prensa dobradeira, por exemplo, ou quaisquer outros cargos na construção e até para sua gestão.

Um dos requisitos é o nível de escolaridade exigido pelo cargo. Caso a empresa demande que o aluno tenha educação superior completa, esta regra deve ser seguida.

Não se arrisque a se candidatar caso não cumpra este requisito, pois a resposta certamente será negativa.

  1. Direitos políticos e eleitorais

Esta exigência diz respeito a direitos e deveres que os concurseiros exercem como cidadãos brasileiros e, se não aplicados, podem atrapalhar o resultado final.

Votar, por exemplo, é um direito que os cidadãos possuem para ter a possibilidade de escolher governantes de acordo com os seus valores e princípios.

Nesse contexto, todo candidato deve apresentar o comprovante do seu último voto para demonstrar que exerceu a função de cidadão e está em dia com a justiça eleitoral.

  1. Dispensa militar

O candidato também deve atualizar as suas obrigações militares, no caso dos homens.

Portanto, para eles, é necessário apresentar documentos comprovando o alistamento ou a dispensa nas forças armadas.

  1. Idade mínima

Esta exigência não é novidade para ninguém: para realizar um trabalho no Brasil, seja obter a carteira de motorista ou atuar em uma empresa injetora de plástico, é necessário ter 18 anos ou mais.

No entanto, nada impede que menores de idade estudem para concursos. Afinal, você estará ainda melhor preparado para a prova quando tiver a idade mínima adequada.

  1. Saúde física e mental

Por último, mas não menos importante, o candidato deve estar em boa forma física e mental, e em cargos específicos isso é ainda mais importante, demandando comprovação e provas físicas.

Ou seja, isento de qualquer doença ou problema relacionado com estas áreas que possam prejudicar seu desempenho.

Não hesite em procurar a ajuda de um especialista se tiver um problema físico ou emocional. Mesmo que você não sinta nada no momento, consulte seu médico para um check-up geral.

Consulte também um terapeuta para falar sobre esse processo, que não é tão fácil e demanda bastante comprometimento.

Estes são os requisitos exigidos por lei para que os concurseiros cumpram o exame com excelência.

Saiba como funciona um concurso público

A maioria dos concursos no país aplica, basicamente, a forma de prova objetiva e dissertativa.

No entanto, existem aqueles que também incluem:

  • Prova de títulos;
  • Prova física;
  • Prova prática;
  • Prova oral.

Tudo vai depender do nível de requisitos do concurso escolhido, área de atuação e organização, entre outros fatores.

Confira os principais componentes das provas de concurso público.

Data de validade

Em geral, os concursos são válidos por dois anos e podem ser renovados por mais dois anos. Idealmente, deve haver uma chamada para todos os aprovados dentro desse prazo, principalmente em caso de “congelamento”.

Conferência e correção

Com o gabarito de respostas, o teste objetivo é corrigido digitalmente. Os cartões passam por um leitor óptico que entrega os resultados de cada cartão e descarta automaticamente aquelas que não atendem à nota exigida para aprovação.

A prova dissertativa é diferente. Nesse caso, uma equipe de especialistas das áreas dos cargos fica responsável pela correção.

A prova discursiva requer avaliação de critérios subjetivos, como coerência e clareza na redação, mesmo quando avaliada por profissionais imparciais e desconhecidos pelos concurseiros.

A pontuação necessária para passar em uma seleção como essa depende de vários fatores, como a nota de corte.

Nota de corte

A nota de corte para um concurso é a pontuação mínima que um candidato deve ter para ser aprovado.  

Essa pontuação é determinada por uma série de fatores como: o número de vagas x o número de candidatos é um calculo que ajuda na determinação da pontuação final do número de vagas.

Dado que é difícil saber a nota de corte antes dos resultados finais estarem disponíveis, os candidatos mais ansiosos podem consultar primeiro a pontuação mínima do concurso.

No entanto, deve-se notar que essa pontuação é diferente de uma opção para outra, pois, como mencionado anteriormente, é influenciada por uma série de fatores que compõem a concorrência.

Entenda por que existem concursos públicos

De acordo com o princípio geral, os concursos públicos são geralmente preparados por uma empresa especializada.

Ela prepara a avaliação, contrata a banca avaliadora, organiza as provas e divulga os resultados.

A partir desses processos seletivos, o conhecimento dos candidatos é testado de acordo com as posições a que estão competindo.

O primeiro passo para a abertura de um concurso público é determinar um déficit de funcionários públicos em alguns órgãos. A partir daí, é possível verificar se há necessidade de abrir uma nova seleção.

Depois, entram questões de caráter burocrático em relação à autorização do concurso, como o envio de uma aplicação ao Ministério do Planejamento, Gestão e Orçamento.

Uma vez aprovado, a banca avaliadora é selecionada e o Diário Oficial publica um edital, documento que reúne todas as regras de um determinado concurso.

A publicação do edital é muito importante. É um dos momentos mais aguardados pelos candidatos, pois é o que vai guiar os estudos deles.

No entanto, engana-se quem pensa que é preciso esperar a publicação do edital para começar a estudar.

Quem quiser ser aprovado em um concurso público para a construção civil deve se preparar com bastante antecedência.

Dicas para estudar para concurso

Participar de um concurso público para construção civil demanda muita preparação. As dicas listadas na sequência vão te ajudar a estudar de forma adequada.

Estude as provas passadas

A preparação tem que começar bem antes da divulgação do edital. Aposte em simulados e nas provas dos anos anteriores.

O formato dos exames e os tipos de questões mudam pouco de ano para ano. Desta forma, também é possível observar a dificuldade das perguntas. Então, você pode saber em qual disciplina deve focar mais.

Crie um plano de estudo

O planejamento é essencial para otimizar seu tempo o máximo possível. Mesmo se você se concentrar apenas nos estudos, esse planejamento ainda é necessário.

De fato, a quantidade de temas a serem estudados é muitas vezes alta. Se o candidato não tiver um hábito, ele acabará por atrapalhar o próprio desempenho.

Por isso, defina uma programação separando os temas para cada dia da semana e/ou perído e sempre siga o cronograma. Este hábito definitivamente trará resultados positivos.

Limite as distrações

Se você está acostumado a permanecer longos períodos nas redes sociais e sempre está conectado a telefones celulares, é melhor repensar essa atitude.

Para ter sucesso em um concurso de construção civil, você deve se sacrificar. Tente deixar seu celular no modo silencioso e ficar longe dele enquanto estuda.

Desta forma, você só pode verificar suas mensagens durante o intervalo, tendo mais foco e – consequentemente – os resultados obtidos.

Faça intervalos

Falando em pausas, é importante ter momentos de descanso. Afinal, com um espírito cansado é mais difícil de aprender o conteúdo dos exames. 

Assim, lembre-se de dar pausas entre os tópicos e respeitar esse momento para o cérebro se recuperar para absorver mais informações;

Portanto, inclua em seu plano de estudos alguns momentos suaves. Afinal, há horas para se desligar dos testes e relaxar um pouco.

Atentando-se aos critérios de seleção e as dicas aqui trazidas, você terá um melhor desempenho e conseguirá prestar um concurso com mais qualidade para alcançar a desejada vaga.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário