Matemática financeira: o que é e para que serve

Matemática financeira: o que é e para que serve 1
Matemática financeira: o que é e para que serve 2

A matemática financeira é o campo da matemática, como o nome sugere, relacionado às finanças. Lidar com dinheiro nem sempre é um trabalho fácil, pois requer o domínio de porcentagens, conceitos importantes e análise gráfica. 

Através de porcentagens, juros ou ganhos, aumentos, descontos, a matemática financeira fornece ferramentas para lidar com situações problemáticas envolvendo dinheiro. 

Para cálculos matemáticos, existem fórmulas específicas para juros simples e juros compostos, que são cobrados não só na vida cotidiana mas também em provas de matemática para concurso

A base da matemática financeira é: capital, adição, desconto, lucro, juros, taxa de juros e montante. 

Por isso, neste artigo você entenderá o que é e para que serve a Matemática Financeira. Confira!

O que é matemática financeira?

A matemática financeira é uma expressão usada para correlacionar processos matemáticos, em outras palavras, equações e cálculos que se aplicam a situações que envolvem mudanças no valor do dinheiro conforme o tempo passa. 

Além disso, para isso, é necessário entender o significado de vários termos, que também estão relacionados a transações financeiras e afetam direta ou indiretamente o valor do dinheiro ao passar do tempo.

O capital diz respeito à quantidade de dinheiro disponível em um momento em específico; os juros referem-se à receita financeira que será obtida quando o capital for aplicado ao investimento; o valor futuro diz respeito ao valor do capital em um momento no futuro, que geralmente é alto devido à influência das taxas de juros no capital inicial. 

Portanto, os termos: capital, juros e valor futuro, estão, na verdade, diretamente relacionados.

Para que a matemática financeira serve?

A matemática financeira é usada todos os dias, por exemplo, quando queremos fazer uma compra à vista e o vendedor oferece 5% de desconto sobre o valor do produto, ou quando escolhemos pelo parcelamento do produto, haverá gasto com juros no processo. Os juros serão transferidos com o tempo. O comprador cobra uma taxa.

Um exemplo da importância de entendimento dos conceitos matemáticos financeiros, é o conhecido limite do cheque especial. Por exemplo, ao abrir uma conta em um banco, ele fornecerá fundos “extras” para emergências, etc. 

Porém, ao utilizar este limite ou parte dele, além do valor arrecadado, será cobrada uma taxa a ser paga posteriormente. Essa taxa é conhecida como juros e, por meio de um melhor entendimento desses conceitos, podemos traçar melhores estratégias de gestão financeira.

Entenda os conceitos básicos da matemática financeira

Para entender a matemática financeira, deve-se dominar seus principais conceitos, a saber: capital, adição, desconto, lucro, montante, juros e taxa de juros. Veja tudo a seguir.

Acréscimo

É o valor agregado das transações comerciais, relacionado ao percentual de capital. O aumento se deve à necessidade de o mercado aumentar os preços de determinados produtos e serviços, devido a uma série de fatores, e geralmente para aumentar lucros ou impostos, o aumento também é usado para investimento de capital.

  • Exemplo

Uma empresa de água encanada cobra R $150,00 para reiniciar o abastecimento de água. No mês seguinte, a empresa anunciou que aumentaria a taxa de reinicialização em 10%. Depois que o aumento foi anunciado, quanto será essa taxa?

Calculo de 10% de 150 reais.

A → adição

A = 0,1 · 150 = 15

Portanto, o valor aumentado é de 15 reais.

Desconto

É o valor referente ao percentual de capital retirado de uma transação comercial. Os descontos são frequentemente usados ​​como um meio de promover vendas ou recompensar clientes que pagam suas contas em dia. Além disso, é utilizado para contribuições fiscais como INSS e FGTS.

  • Exemplo

Um carro popular é comercializado a preço de custo de R $26 mil. No Dia dos Pais, o preço caiu para R $24.950,00. Paulo, que decidiu dar um presente para o pai, houve qual desconto no preço do carro?

Resolvendo

D = 26.000,00 – 24.950,00 = 1050,00

Lucro

É o valor obtido em transações comerciais sendo considerado uma receita positiva por meio de negociação. É útil para calcular o rendimento positivo associado às vendas e para calcular o rendimento diário ou mensal de uma empresa, ou pequeno negócio.

  • Exemplo

“Paulo comprou um celular no valor de R $900,00. Ao voltar para casa, o irmão mais novo se interessou pelo aparelho, então ele resolveu vendê-lo para o irmão mais novo pelo valor de R $1.150,00. Que lucro Paulo obteve com a venda? O lucro é definido pelo valor da diferença entre o valor de venda e o valor de compra:”

1150,00 – 900,00 = 250,00

Taxa percentual

Trata-se da unidade usada para representar a parte inteira. É usado para calcular a porcentagem de ganhos e perdas comerciais. Para encontrar a porcentagem, simplesmente dividimos o novo valor pelo valor de referência.

  • Exemplo

Um carro popular é comercializado no preço de custo por R $26.050,00. No Dia dos Pais, o preço cai para 25 mil reais. Para Paulo, que decide dar um presente ao pai, qual é o valor do percentual de economia?

Seja i → taxa de juros

Matemática financeira: o que é e para que serve 3

Portanto, o percentual é de 4,2%

Juros

É a receita de investimento de capital em um determinado período de tempo ou o valor que precisa ser pago por usar recursos de terceiros. Os juros são divididos em juros simples e juros compostos.

  • Juros simples: a ideia por trás dos juros simples também é bem parecida com a ideia do acréscimo, e a diferença entre eles é obtida pelo período que são feitos seus cálculos. Embora a taxa de acréscimo seja aplicada uma vez, a taxa de juros simples é calculada ao longo de um período de tempo;
  • Juros compostos: nos juros simples, o valor da taxa de juros é calculado sempre com base no capital inicial, a diferença presente nesses dois sistemas (juros simples e juros compostos) está neste sentido, em outras palavras, o método de cálculo das taxas de juros. Nos juros compostos, a taxa de juros é calculada sempre com base no capital do mês anterior, o que faz com que o valor dos juros aumente exponencialmente.

Montante

É a soma do capital mais juros ou dinheiro obtido após a negociação. Para calcular o montante e os juros, existem fórmulas específicas.

Referência: Matemática financeira: o que é, conceitos, fórmulas – Mundo Educação (uol.com.br)

Deixe um comentário